Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Erick Lessa defende reestruturação da Delegacia da Mulher de Caruaru

O deputado Delegado Erick Lessa (PP) fez um relato da audiência realizada, na última sexta (8), pela Frente Parlamentar de Segurança Pública no município de Caruaru, no Agreste Central. No pronunciamento, feito durante a Reunião Plenária desta segunda (11), ele pediu a reestruturação da Delegacia da Mulher (Deam) local, além de alertar que a cidade tem se tornado “destino de criminosos de outros Estados”. O debate, realizado na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Caruaru, tratou das estatísticas da violência e as medidas a serem adotadas para reduzir os índices de criminalidade na região. Lessa, que coordena o colegiado, mostrou preocupação com o aumento dos casos de violência contra a população feminina e anunciou que apresentará emenda ao Orçamento para a Delegacia da Mulher do município. O parlamentar solicitou ao Poder Judiciário que ceda uma unidade habitacional para a reestruturação da delegacia especializada. “Muitos registros de violência são feitos porque as mulheres se sentiram mais respaldadas, pelos órgãos policiais, a buscar medidas cautelares. Esse é o caso da Deam de Caruaru: ela dá segurança, oferece um atendimento especializado e humanizado”, afirmou. Lessa elogiou o aumento no índice de conclusão de casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) para 53%, neste ano, em Caruaru. Ele considerou, porém, que, comparando a taxa de CVLIs da cidade às do Estado como um todo e do Agreste, houve estagnação no combate à criminalidade. O parlamentar citou, ainda, a prisão, no município, de dois suspeitos de participarem do assalto a um carro-forte no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). “Caruaru vive um momento delicado no que diz respeito à segurança pública. A gente identifica a polícia fazendo seu trabalho, mas a cidade está se tornando um lugar onde a bandidagem se esconde, e isso nos preocupa”, disse, referindo-se, também, à troca de tiros ocorrida em 2017 com foragidos da penitenciária de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte. Na ocasião, o jornalista Alexandre Farias, da TV Asa Branca, foi atingido por uma bala perdida. O parlamentar do PP destacou a participação, no encontro, de deputados, vereadores, representantes das Polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros e moradores de bairros periféricos, garantindo a representatividade do evento. Enfatizou, ainda, a presença do secretário-executivo de Defesa Social do Estado, Humberto Freire.
11/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia