Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Frente Parlamentar de Segurança Pública recebe balanço do Pacto pela Vida

*Atualizada às 18h30 O número de homicídios em Pernambuco caiu quase 22%, de janeiro a agosto deste ano, em comparação com o mesmo período de 2018. Na Região Metropolitana do Recife, os crimes contra o patrimônio reduziram 20%. Os dados fazem parte do balanço do Programa Pacto pela Vida e foram apresentados aos deputados da Frente Parlamentar de Segurança Pública da Assembleia pelo secretário  estadual de Defesa Social, Antônio de Pádua. O encontro foi realizado nesta terça (17), na sede da Secretaria de Defesa Social (SDS), no Recife. O  gestor destacou medidas adotadas pelo Estado para alcançar o resultado positivo. “Novos batalhões foram criados, houve interiorização da Polícia Científica e de delegacias especializadas. Todo esse conjunto de investimentos foi realizado ao longo de 2017, 2018 e 2019, quando Pernambuco terá o maior orçamento da história para a segurança pública. Nós teremos a possibilidade real de promover a redução da violência, de maneira mais forte do que aconteceu em 2018.” Ainda de acordo com Antônio de Pádua, a verba prevista para a segurança é de R$ 4,85 bilhões. Novos policiais foram contratados e equipamentos que irão ajudar nas investigações, como câmeras com reconhecimento facial, estão em processo de licitação, informou o secretário. Coordenador da Frente Parlamentar de Segurança Pública, o deputado Delegado Erick Lessa (PP) ressaltou que os dados devem servir de base para a realização de audiências públicas e destinação de recursos para a secretaria via emendas parlamentares. “O Governo pretende fazer investimentos significativos em todo o Estado. Então, nós saímos realmente satisfeitos com a receptividade do secretário de Defesa Social e de toda a equipe, mas, principalmente, porque eles querem que a Frente Parlamentar seja parceira”, frisou Lessa. Durante a reunião, os deputados também sugeriram medidas para melhorar a segurança nas áreas rurais, como a criação de canais de denúncia e o aumento das rondas policiais. Além do coordenador do colegiado, participaram do encontro os deputados Fabrizio Ferraz (PHS), Alberto Feitosa (SD), Álvaro Porto (PTB) e Joel da Harpa (PP). Plenário – Um balanço do encontro foi apresentado por Erick Lessa, à tarde, na Reunião Plenária. Entre outros pontos, ele destacou que o índice de esclarecimento de assassinatos em Pernambuco era de 35% em 2017 e subiu para 53% em 2018. “A meta para 2019 é de 60%, enquanto o Brasil elucida aproximadamente 8% dos homicídios. São números que se aproximam de países de Primeiro Mundo”, enalteceu o deputado, que apontou a previsão de implantação de duas delegacias de combate à corrupção, em Caruaru (Agreste Central) e Petrolina (Sertão do São Francisco). “Esse percentual de resolução dos crimes é fundamental para tirar a sensação de impunidade, que ainda é muito presente”, ratificou, em aparte, o deputado Doriel Barros (PT). Já Antonio Fernando (PSC) observou “a seriedade e o empenho” do trabalho feito pelo Estado no setor da segurança pública. Fabrizio Ferraz elogiou o projeto para unificar os registros de ocorrência das polícias Civil e Militar, reduzindo o tempo que as guarnições passam nas delegacias. Feitosa se dispôs a buscar em Brasília, junto ao Governo Federal, a liberação de recursos para Pernambuco. Os deputados João Paulo (PCdoB) e o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros (PP), elogiaram o trabalho da Frente Parlamentar de Segurança Pública.
17/09/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia