Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Juntas criticam falta de investimento em moradias

O anúncio do Ministério do Desenvolvimento Regional de que será criado um  programa de habitação para substituir o Minha Casa Minha Vida deixou o mandato coletivo das Juntas (PSOL) em estado de alerta. Na Reunião Plenária desta segunda (11), a deputada Jô Cavalcanti criticou a medida, por achar que o novo formato deverá ser menos vantajoso para o cidadão. “O Brasil vive um déficit de moradia que nunca foi sanado. Notícias como essa deixam explícito que o Governo Federal não está preocupado em fortalecer o setor”, apontou a parlamentar. De acordo com o último Censo, acrescentou ela, 6,9 milhões de famílias não têm casa no Brasil.  “Moradia é um direito previsto na Constituição, mas o que estamos assistindo são ações que vão aumentar o déficit habitacional”, pontuou. Jô Cavalcanti citou, como exemplo, o processo de esvaziamento da Caixa Econômica Federal, banco de referência em políticas habitacionais no País. A previsão, segundo ela, é de que a instituição seja privatizada e o Governo Federal libere os bancos privados para financiar imóveis cobrando os juros que lhes forem favoráveis. “Diante de tantos ataques, queremos chamar atenção para esse problema. Apoiamos as mobilizações populares, mas temos de fiscalizar a atuação da União e cobrar do Governo do Estado mais investimento no setor”, concluiu a representante das Juntas.
11/11/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia