Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico
Usuário
Senha

Notícias

Newsletter

Nome:
Email:

Situação dos hospitais do Estado provoca debate no Plenário

Atualizado em 12/02/2019, às 14h30 A situação dos hospitais públicos de Pernambuco rendeu discussão durante a Reunião Plenária desta segunda (11). A deputada oposicionista Clarissa Tércio (PSC) denunciou as más condições de atendimento oferecidas aos pacientes. Em resposta, o líder do Governo, Isaltino Nascimento (PSB), afirmou que a situação em Pernambuco é melhor do que a de outros Estados de mesmo porte e atribuiu as dificuldades à queda nos recursos repassados pela União. Clarissa Tércio relatou problemas constatados em visitas a três unidades estaduais de saúde no Recife na semana passada. No Hospital da Restauração, no Centro da Capital, ela disse que um segurança tentou impedi-la de gravar vídeos com o seu celular, inclusive constrangendo-a para que apagasse as imagens – o que ela não fez. “Pude ver pessoalmente a precariedade dos hospitais e o retrato da nossa saúde pública. É um cenário de guerra, com pacientes expostos ao sol e à sujeira”, descreveu. “Uma enfermeira nos pediu ajuda porque tirou dinheiro do próprio bolso para comprar remédio para uma criança. Vi doentes no chão, havia ratos e escorpiões. Um verdadeiro descaso”, criticou. Líder da Oposição, Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) salientou que a tentativa de impedir a fiscalização da deputada no Hospital da Restauração prejudica o bom exercício da função parlamentar. “Podemos entrar em qualquer lugar público, desde que isso não traga dificuldades para a operação do estabelecimento. Temos essa prerrogativa assegurada para fazermos o nosso papel”, ponderou, anunciando que a bancada deve realizar visitas-surpresa a órgãos públicos, procedimento que ele chamou de “Blitz da Oposição”. Alberto Feitosa (SD) e Priscila Krause (DEM) fizeram coro às críticas. A democrata contou já haver experimentado situações semelhantes: “A prática dos governos a respeito do papel do parlamentar sempre se afasta do discurso. Já encontrei todo tipo de dificuldade, inclusive coisas que beiraram o absurdo”. Para ela, os problemas nos hospitais têm como uma das causas o subfinanciamento da saúde pelo Governo Federal, que apontou ter sido agravado ao longo dos governos do Partido dos Trabalhadores (PT). Isaltino Nascimento também fez referência à diminuição dos recursos repassados pela União. O líder do Governo frisou que, nos últimos dez anos, a participação do Estado no custeio da saúde pública subiu de 53% para 67%. “Deveríamos, em vez de criticar, elogiar o governador Paulo Câmara por estar fazendo muito mais com muito menos. Com toda a dificuldade da crise econômica, Pernambuco é o Estado nordestino que mais investe em saúde”, garantiu. “Nossos melhores quadros profissionais estão nas unidades públicas”, continuou. “A verdade é que a qualidade da saúde pública pernambucana é muito superior à da maioria das unidades privadas.” Antônio Moraes (PP) e João Paulo (PCdoB) chamaram atenção para a precariedade das unidades de saúde municipais, que não oferecem sequer o atendimento mais básico, o que terminaria por sobrecarregar os hospitais estaduais – muitos deles, projetados para receber apenas pacientes com casos mais complexos. “É importante ter uma visão de todo o quadro”, observou Moraes. “Nós sabemos que os municípios pernambucanos são pobres e enfrentam dificuldades financeiras. O Governo Federal é quem deve ser cobrado”, analisou João Paulo. Estreia – O discurso de Clarissa Tércio marcou também a estreia da oposicionista na tribuna da Alepe. “A realidade deve ser mostrada, nunca ocultada, e darei o melhor de mim para, na Assembleia, fazer um trabalho sério, fiscalizatório e em favor da família pernambucana”, ressaltou. Em apartes, desejaram as boas-vindas à parlamentar os deputados Antônio Coelho (DEM), Antonio Fernando (PSC) e Wanderson Florêncio (PSC).
11/02/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia